Resposta Avaliando o Aprendizado Direito Civil IV Estácio de Sá

Código de referência da questão.1a Questão (Ref.:201301386953)Pontos: 0,0  / 0,1  
 
Assinale a alternativa CORRETA:
A transmissão da posse direta para outra pessoa faz cessar por completo a posse do proprietário.
A posse somente pode ser perdida quando há vontade do sujeito em fazer cessar os poderes inerentes ao domínio.
 CertoPara que ocorra a perda da posse pela derrelição, é necessária a intenção do sujeito em não mais querer a posse do bem.
 ErradoSucessão e acessão de posses são expressões sinônimas que indicam os efeitos da transmissão da posse.


Código de referência da questão.2a Questão (Ref.:201302017335)Pontos: 0,1  / 0,1  
(PC/CE) Sobre o instituto da posse, é CORRETO afirmar:
o possuidor direto não tem proteção possessória contra o possuidor indireto.
o detentor possui proteção possessória equivalente à do possuidor.
 Certoé facultado ao sucessor singular unir sua posse à de seu antecessor, para os efeitos legais.
a posse não pode ser adquirida por representante, haja ou não instrumento de mandato.
em razão da vedação à autotutela, o possuidor esbulhado não pode adotar medidas imediatas, por sua própria força, para recuperar a posse.


Código de referência da questão.3a Questão (Ref.:201301469103)Pontos: 0,1  / 0,1  
VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO
Em janeiro de 2010, Nádia, unida estavelmente com Rômulo, após dez anos de convivência e sem que houvesse entre eles contrato escrito que disciplinasse as relações entre companheiros, abandona definitivamente o lar. Nos dois anos seguintes, Rômulo, que não é proprietário de outro imóvel urbano ou rural, continuou, ininterruptamente, sem oposição de quem quer que fosse, na posse direta e exclusiva do imóvel urbano com 200 metros quadrados, cuja propriedade dividia com Nádia e que servia de moradia do casal. Em março de 2012, Rômulo que nunca havia ajuizado ação de usucapião, de qualquer espécie, contra quem quer que fosse ‐ ingressou com ação de usucapião, pretendendo o reconhecimento judicial para adquirir integralmente o domínio do referido imóvel. Diante dessa situação hipotética, assinale a afirmativa correta.
 CertoA pretensão de aquisição do domínio integral do imóvel por Rômulo preenche todos os requisitos previstos no Código Civil.
A pretensão de aquisição do domínio integral do imóvel por Rômulo é infundada, pois o prazo assinalado pelo Código Civil é de 10 (dez) anos.
A pretensão de aquisição do domínio integral do imóvel por Rômulo é infundada, pois a hipótese de abandono do lar, embora possa caracterizar a impossibilidade da comunhão de vida, não autoriza a propositura de ação de usucapião.
A pretensão de aquisição do domínio integral do imóvel por Rômulo é infundada, pois tal direito só existe para as situações em que as pessoas foram casadas sob o regime da comunhão universal de bens.


Código de referência da questão.4a Questão (Ref.:201301847617)Pontos: 0,1  / 0,1  
XII EXAME DE ORDEM UNIFICADO Alexandre, pai de Bruno, celebrou contrato com Carlos, o qual lhe concedeu o direito de superfície para realizar construção de um albergue em seu terreno e explorá-lo por 10 anos, mediante o pagamento da quantia de R$100.000,00. Passados quatro anos, Alexandre veio a falecer. Diante do negócio jurídico celebrado, assinale a afirmativa INCORRETA.
O direito de superfície será transferido a Bruno, em razão da morte de Alexandre.
O superficiário responde pelos encargos e tributos que incidirem sobre o imóvel.
 CertoO superficiário pode realizar obra no subsolo, de modo a ampliar sua atividade.
O superficiário terá direito de preferência, caso Carlos decida vender o imóvel.


Código de referência da questão.5a Questão (Ref.:201302017197)Pontos: 0,1  / 0,1  
(TJ/RS) São direitos reais, exceto:
o penhor, a hipoteca e a anticrese.
a habitação e o direito do promitente comprador do imóvel.
 Certoa propriedade, a posse e a habitação.
a superfície, as servidões, o usufruto e o uso.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Assinatura Ilimitada Estratégia Concursos